“A música, a grande música, distende o espírito, suscita sentimentos profundos e convida como que naturalmente a elevar o espírito e o coração até Deus, em cada situação, feliz ou triste, da existência humana. A música pode-se tornar oração.” Bento XVI após o concerto da pianista chinesa Jin Ju em 2009

Alegrai-vos! Nasceu o vosso Salvador!

Ao ler os Sermões de São Bernardo (1091-1153), abade e doutor da Igreja. 

Impossível, não explodir o coração de alegria. Com o anúncio dos céus “Céus, escutai! Terra, ouve com atenção! Que todas as criaturas, e sobretudo o homem, sejam arrebatadas de admiração e irrompam em louvores: «Jesus Cristo, Filho de Deus, nasceu». O Verbo se fez carne.

Haverá notícia mais bela a anunciar à terra? Alguma vez se ouviu coisa parecida, alguma vez o mundo soube de alguma coisa semelhante? «Em Belém da Judeia nasce Jesus Cristo, o Filho de Deus».

Tão poucas palavras para exprimir a vinda do Verbo, a Palavra de Deus feita criança, mas que doçura nestas palavras!«Jesus Cristo, o Filho de Deus, nasce em Belém». Nascimento de uma santidade incomparável: honra do mundo inteiro, exaltação de todos os homens devido ao bem imenso que Ele lhes traz, admiração dos anjos por causa da profundidade deste mistério de uma novidade sem paralelo (cf Ef 3,10).”

Irrompe a beleza somente exprimível pela arte, pela música…

Herz und Mund und Tat und Leben “Coração e boca e ações e vida”, em alemão, é uma cantata de Bach, composta por ocasião da festa da Visitação da Virgem Maria.

Vejamos parte das falas do coral… Belíssimo.

Coração e boca e atitude e vida

1. Coro

Coração e boca e ações e vida

Devem dar testemunho de Cristo

Sem medo nem hipocrisia,

Pois ele é Deus e Salvador.

2. Recitativo (tenor)

Bendita boca!

Maria dá a conhecer o íntimo de sua alma

Com gratidão e louvores;

Ela desata a falar, espontaneamente,

Das maravilhas que o Senhor operara

Por meio dela, sua serva.

Ó raça humana,

Escrava de Satanás e dos pecados,

Tu és livre — através da manifestação viva de Cristo…

Bem-aventurado sou, porque tenho Jesus.

Oh, quão firmemente eu o seguro,

Para que traga refrigério ao meu coração,

quando estou triste e abatido.

Eu tenho Jesus, que me ama

e a si mesmo se entregou por mim.

Ah! Por isso não o deixarei,

Mesmo que meu coração se quebre.

7. Ária (tenor)

Ajuda-me, Senhor, ajuda-me a reconhecer-te

No bem e no mal, na alegria e no sofrimento,

E que eu possa chamar-te Salvador

Com fé e serenidade;

Que meu coração arda sempre de amor por ti…

Jesus continua sendo minha alegria,

o conforto e a seiva do meu coração

Jesus refreia a minha tristeza,

Ele é a força da minha vida

É o deleite e o sol dos meus olhos,

O tesouro e a grande felicidade da minha alma,

Por isso, eu não deixarei ir Jesus

do meu coração e da minha presença.

Marcelo Melo Barroso – Comunidade Totus Mariae

 

Esta entrada foi publicada em Formação. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *