web analytics

Benditas Crises

Uma crise pode ser uma coisa boa

Atirar no que se vê, acertar no que não se vê

0

As crises às vezes são… engraçadas! Elas podem começar fazendo a gente pensar que se trata de arrumar uma determinada situação e, quando a coisa começa para valer, a gente descobre que o “assunto” mesmo é outro!… e que aquela situação, no final das contas, é apenas uma decorrência do que realmente precisa ser consertado em nós.

Portanto, o assunto principal da crise é o mais importante, por mais que a situação decorrente nos deixe apavorados. Resolvido o principal, o resto se encaminhará para sua resolução adequada – contanto que tenhamos assumido esta nova cura!

Como em todos os outros casos, neste é imprescindível o recolhimento em oração. Sendo uma situação em que aparentemente há coisas demais a serem resolvidas (a coisa principal e as decorrentes), é preciso que tudo esteja bem claro dentro de nós, antes de tomarmos qualquer decisão. Quando estivermos bem definidos a respeito da situação principal, teremos a firmeza e convicção necessárias para proceder à solução de tudo o que ela implica.

E então, o que você achou?

  •